sábado, 15 de maio de 2010

Lista de plantas medicinais

O Brasil possui cerca de 10 mil ervas catalogadas e estima-se que haja 50 mil espécies. Infelizmente, o desmatamento impede que muitas delas sejam conhecidas e suas propriedades aproveitadas pelas gerações futuras. Bendita seja a natureza! E que Deus abençõe a mente do ser humano para que ele se veja como parte integrante desta e não a destrua... Para maiores informações, procure na net pelo nome científico (em parênteses), para saber qual é a melhor forma de preparo da erva (chá, infusão, pomada, etc.).

Observação: lembre-se que antes de utilizar as ervas oriente-se com um especialista no assunto para saber corretamente a quantidade de doses diárias recomendadas. As ervas medicinais não devem substituir os remédios alopáticos em casos de doenças graves, mas devem ser usadas como um complemento à terapia, para fortalecer a imunidade orgânica. "A diferença entre o remédio e o veneno está na dose".
A lista abaixo foi baseada no curso que realizei sobre Plantas Medicinais e na revista "Guia de plantas medicinais 2005", da editora online.com.br:

* Agrião (Nasturtium officinale): tonificante, vermífugo, cicatrizante, combate cálculos renais, gota, artrite, reumatismo e gases intestinais, diurético. Partes: folhas e talos. Em excesso causa irritação no estômago.

* Alcachofra (Cynara scolymus): regulariza o fígado, reduz colesterol. Partes: folhas. Em excesso, aumenta cálculos biliares.

* Alecrim (Rosmarinus officinalis): contra depressão, revigorante, trata asma, cabelos, diurético, problemas estomacais, intestinais, febre, gripe e reumatismo. Partes: Folhas e flores. Em excesso, provoca gastroenterite e nefrites, problemas dermatológicos; contra-indicado para gestantes e cardíacos.

* Alfavaca (Ocimum basilicum): combate câimbras, cólicas e problemas respiratórios; o óleo é inseticida e antimicrobiano. Parte: Folhas.
*Alfazema (Lavandula officinalis): contra problemas nos nervos, insônia, vertigens, contusões, feridas, má-digestão, asma, faringite, anti-parasita. Partes: Folhas e flores. Em excesso, causa sonolência e convulsões.

* Alho (Allium sativum): cura de vermes, pressão alta, calos, febre, pedras na bexiga, insônia e reumatismo; expectorante, antigripal, desinfetante, antiinflamatório, antibiótico e anti-séptico. Partes: Dentes e caule. Em excesso, causa dor de cabeça, estõmago, rins, mau hálito, vômitos, diarréias e tonturas. Contra-indicado para mães em amamentação, recém-nascidos, pessoas com dematites e problemas estomacais.

* Angélica (Angelica officinalis): tônica, estomáquica, sudorífera, expectorante, combate resfriado, cólicas e gases, reumatismo. Partes: toda a planta.

* Arnica (Arnica montana): cura feridas, catarro e asma; usada em torções, contusões e hematomas, varizes, calvície, bolhas nos pés, dor de dente, hipertensão, fadiga e estresse. Partes: Folhas, flores e raízes. Em excesso, causa queimação, náuseas, vômitos, depressão e taquicardia.

* Arruda (Ruta graveolens): vermífuga, calmante, contra cólicas menstruais, espasmos intestinais, combate a piolhos. Partes: planta inteira. Contra-indicação: abortiva.

* Aveia (Avena sativa): refrescante, anti-hemorróida, diurética. Partes: Sementes.

* Babosa (Aloe vera): purgante, fabricação de licores, tônico digestivo, contra inflamações, queimaduras, e queda de cabelo. Partes: folha, polpa e seiva. Excesso causa problemas gastro-intestinais. Contra-indicação: pessoas com hemorróidas, mulheres grávidas e menstruadas.

* Boldo (Peumus boldus): combate problemas no fígado e estômago; tonificante, calmante, anti-reumática, anti-ressaca alcoólica. Partes: folhas.

* Calêndula (Calendula arvensis): cicatrizante, cura verrugas e calos, anti-espamódico, aumenta transpiração e funcionamento do fígado, antiinflamatória, tratamento de úlceras de pele, sedativo. Partes: folhas, flores e ramos.

* Camomila (Matricaria chamomilla): calmante, tônica, anti-espamódica, contra febre, anti-reumática, combate insônia, nervosismo, cólicas hepáticas, inflamações, irritação nos olhos, clareia os cabelos. Partes: folhas e flores. Contra-indicação: pessoas tratadas com radioterapia.

* Canela (Cinnamomum zeylanicum): ajuda na digestão, combate a gripe, a anemia e a fraqueza. Partes: casca.

* Cânfora (Laurus camphora): anti-séptico, estimulante, contra contusões, dores musculares, reumatismo e frieiras. Contra-indicação: em altas doses, provoca convulsões, vômitos e irritação no estômago. Parte: Folhas.

* Carqueja (Bacharis trimera): trata úlceras, diarréia, problemas no fígado, reumatismo e banho para leprosos. Combate gripe, anemia, cálculo biliar, prisão de ventre; diminui o açúcar no sangue. Parte: Folhas.

* Caruru (Amaranthus viridis): expectorante, laxante, contra dores no nervo ciático, cansaço, inchaço, inflamação por picada de cobra e prisão de ventre. As flores curam resfriados e tosse com catarro. Contra-indicação: pessoas com problemas estomacais. As folhas cruas e as sementes são venenosas. Parte: Folhas e flores.

* Cavalinha (Equisetum arvense): diurética, para estancar hemorragias, combate dor de cabeça (tem ácido acetilsalicílico), varizes e protege as veias, repõe minerais e evita osteoporose. Contra-indicação: em altas doses, provoca fraqueza, câimbras e falta de apetite. Partes: Folhas.

* Cenoura (Daucus carota): rica em açúcar e ferro, é depurativa, diurética, vermífugo, anti-séptica e refrescante. Usada em queimadura, rouquidão e tosse. Parte: Raiz.

* Citronela (Cymbopogon nardus): repelente, calmante. Partes: folhas.

* Chicória (Chicorium endivia): combate anemia, prisão de ventre, cistite, depurativa do sangue, descongestiona o fígado. Contra-indicação: o uso prolongado gera problemas nos olhos. Partes: Folhas e raízes.
* Erva-de-santa-maria (Chenepodium ambrosioides): vermífuga, laxativa, diurética, cicatrizante, tônica e digestiva. Trata parasitas, infecções pulmonares, contusão e ressaca alcoólica. Contra-indicação: gestantes e crianças de até dois anos não devem usar e, em excesso, é tóxica. Partes: Folhas e flores.
*  Erva-doce (Pimpinella anisum): alivia cólicas intestinais, calmante e combate insônia. Contra-indicação: exposta ao sol, torna-se tóxica. Partes: Folhas, sementes e bulbos. 

* Espinafre (Spinacia oleracea): combate anemia, é tonificante, diurético, laxante, antioxidante, cardiotônico, repõe minerais, vermífugo e ajuda nos problemas de visão. Contra-indicação: não deve ser usado por pessoas que sofrem de ácido úrico, gota, artrite, cálculo renal, hepatite e úlcera. Partes: Folhas. 

* Espinheira-santa (Maytenus aquifolia): cicatrizante de úlceras estomacais e intestinais, trata constipação, asma e anorexia. Tem ação contraceptiva, diurética, analgésica, antisséptica e regula o fígado. Contra-indicação: reduz a quantidade de leite, por isso não deve ser usado durante a gravidez. Partes: Folhas.

* Eucalipto (Eucaliptus globulus): excelente para banhos, cura gripes e resfriados com tosse, é antisséptico, expectorante, antiasmático, antiinflamatório e desinfetante. Contra-indicação: não ultrapassar as doses. Partes: Folhas e flores.

* Gengibre (Zingiber officinale): estimulante gastrointestinal, tônico e expectorante. Combate gases, vômito, rouquidão, traumatismo, reumatismo, rinite, faringite, laringite, alergias respiratórias, diabetes, asma, bronquite, amidalite e tosse; reduz colesterol. Contra-indicação: em excesso, provoca gastrite e o uso externo pode causar queimaduras. Partes: Raízes.

* Ginseng (Pfaffia paniculata): estimulante físico, psíquico e sexual (fonte de hormônios), afrodisíaco, antiestressante, cicatrizante, analgésica, favorece a ação da insulina, fortalece o coração, a circulação e a formação de células sanguíneas. Possui várias vitaminas e sais minerais. Combate dor-de-cabeça, anemia e fadiga. Contra-indicação: em excesso, causa pressão alta, diarréia, insônia e erupções na pele. Partes: Raízes.

* Girassol (Helianthus annuus): contra problemas nervosos, febre, doenças estomacais, resfriados e úlceras. Rico em gorduras boas. Partes: Sementes e folhas.

* Guaco (Mikania glomerada): broncodilatadora e expectorante. Trata asma, bronquite, tosse e picada de mosquitos e cobra. Contra-indicação: em excesso, causa vômito e diarréia. Partes: Folhas.

* Guaraná (Paullinia cupana): energético, estimulante cerebral e muscular, tônico estomacal, aumenta o apetite, cura diarréia, gases e prisão de ventre, afrodisíaco. Contra-indicação: em excesso, causa taquicardia, insônia, ansiedade e nervosismo. Partes: Sementes.

* Hamamélis (Hamamelis virginiana): desinfetante, a pomada trata hemorróidas, disenteria, gonorréia, tumores, inflamações externas, feridas, inflamação nos olhos, picada de insetos e varizes. O chá combate diarréia, menstruação em excesso e hemorragia pulmonar. Melhora a circulação, combate pele seca, rugas e dermatites. Partes: Folhas e cascas.

* Hortelã (Mentha spicata): tônico, combate gases intestinais, é digestivo, antisséptico, antiinflamatório. Contra-indicação: em excesso, causa asfixia em crianças pequenas e insônia. Partes: Toda a planta.

* Jurubeba (Solanum paniculatum): estimulante digestivo, principalmente do fígado e baço. Combate problemas no fígado e prisão de ventre. Contra-indicação: não deve ser usada por tempo prolongado, pois a planta contém esteróides. Partes: Folhas e raízes.

* Lírio (Lilium candidum): bulbos cozidos misturados com leite e banha de porco combatem inflamação externa;  pétalas amassadas em aguardente  favorecem a cicatrização; pétalas embebidas em óleo de oliva tratam queimaduras leves. Partes: Bulbos e pétalas.

* Louro (Laurus nobilis): dos frutos se faz um óleo usado em remédios e perfumes; as folhas são usadas em banhos, chás e infusões. Facilita a digestão, combate a falta de apetite e regula o ciclo menstrual, é antisséptica, calmante, desodorante e estimulante. Contra-indicação: em excesso, é sonífero. Partes: Folhas e frutos.

* Manjericão (Ocimum basilicum): o á regula o ciclo menstrual, contra cólicas, é diurético, cicatrizante, calmante. Usada para banhos contra o estresse. Contra-indicação: evitar durante a gravidez. Partes: Folhas e flores.

* Macela (Achchyrocline satureioides): contra indigestões, problemas estomacais, falta de apetite, diarréia, problemas no pâncreas e na vesícula. Partes: Flores.

* Melissa (Melissa officinalis): contra problemas nervosos, do fígado, estômago e intestinos, sob a forma de infusão e tintura. Partes: Folhas e flores.

* Orégano (Origanum vulgaris): trata problemas estomacais e da vesícula biliar, é diurético, expectorante, sedativo e combate cólicas intestinais, tosse, doenças no pulmão e dores musculares. Contra-indicação: em excesso, relaxa e aumenta o sono. Partes: Folhas e galhos.

* Passiflora (Passiflora incarnata): combate insônia, nervosismo, depressão, melancolia e histeria, favorece o sono e cura hemorróidas e queimaduras. Contra-indicação: em excesso, causa náuseas, vômito, taquicardia, convulsão e parada respiratória. Partes: Folhas e flores.

* Pata-de-vaca (Bauhinia forficata): a casca é indicada para diabetes e as folhas são diuréticas. Trata problemas urinários e atua como expectorante. Partes: Toda a planta.

* Patchuli (Pogostemon patchouly): repelente de insetos e aromatizante. Contra-indicação: se consumido internamente, é tóxico. Partes: Folhas e flores.

* Pimenta (Capsicum frutescens): cura alcoolismo, enjoos, artrite e reumatismo (através de pomadas). Partes: Folhas e frutos.

* Quebra-pedra (Phyllanthus niruri): diurética, analgésica, relaxante muscular. Combate problemas estomacais, cistite e hipertensão e ajuda na expulsão de cálculos renais. Contra-indicação: gestantes e lactantes devem evitar. Partes: Toda a planta.

* Romã (Punica granatum): diurético, tônico, combate gases intestinais, inflamações na garganta e gengiva e diarréia. Partes: Toda a planta.

* Rosa (Rosa gallica): adstringente, antisséptica, antiinflamatória e sedativa. Trata vaginite, problemas estomacias, respiratórios, oculares, doenças psicossomáticas, rugas e acne. Partes: Flores.

* Saião (Kalanchoe brasiliensis): diurético, cicatrizante, calmante, combate inflamações no ouvido. O suco ou xarope trata catarro e tuberculose, contra aftas, calos, feridas, frieiras, picadas de insetos, queimaduras, tumores, úlceras e verrugas. Partes: Folhas.

* Salsa (Petroselium crispum): o chá das folhas, raízes e talos é diurético, estimulante e fortificante, regula a menstrução. Folhas cruas mastigadas refrescam o hálito e melhora a pele. Indicado para quem tem retenção de líquido, celulite, problemas cardíacos, renais, urinários, falta de apetite, anemia e fadiga. Contra-indicação: grávidas devem evitar. Partes: Folhas, caules e sementes.

* Valeriana (Valeriana officinalis): excelente calmante, contra gases intestinais e neurastenia (mau-humor crônico). Contra-indicação: durante a gravidez e amamentação. O uso prolongado causa dor-de-cabeça, sono, cansaço, problemas cardíacos. Partes: Raízes.

* Violeta (Viola odorata): expectorante e combate inflamações respiratórias. A compressa combate dor-de-cabeça. Partes: Raízes, folhas e flores.

Outras: Agoniada (Plumeria lancifolia); Atléia (Althea officinalis); Amor-perfeito (Viola tricolor); Anador (Justicia spp.); Aroeira (Schinus molle); Artemísia (Artemisia vulgaris); Avenca (Adiantum risophorum); Azedinha (Oxalis corniculata); Bardana (Arctium lappa); Capuchinha (Tropaeolum majus); Cáscara sagrada (Rhamnus purshiana); Carvalho (Quercus robur); Casca-de-anta (Drymis ninteri); Catinga de mulata (Tanacetum vulgare); Celidônia (Chelidonium majus); Chapéu de couro (Echinodorus macrophyllus); Cipó cabeludo (Mikania hirsutissima); Confrei (Sympytum officinalis); Cordão-de-frade (Leonotis nepetaefolia); Dente-de-leão (Taraxacum officinale); Dormideira (Papaver somniferum); Erva-de-gato (Nepeta catarina); Fedegoso (Cassia occidentalis); Geneciana (Gentiana lutea); Gervão (Stachytarpheta cayenensis); Hera (Glechoma hederaceae); Hibisco (Hibiscus rosa-sinensis); Incenso (Commiphora abissinica); Insulina (Cissus sicyoides); Lobélia (Lobelia inflata); Losna (Artemisia absinthum); Malva (Malva sylvestris); Manjerona (Origanum majorana); Mil-folhas (Achillea millefolium); Mulungu (Erythirina mulungu); Murta (Myrtus communis); Oliveira (Olea europaea); Ora-pro-nóbis (Pereskia sp.); Panacéia (Solanum cenuum); Pariparoba (Heckeria umbellata); Picão (Bidens pilosa); Poejo (Mentha pulegium); Quina (Cinchona officinalis); Sabugueiro (Sambucus nigra); Salsão (Apium graveolens); Sassafrás (Sassafras albidum); Sálvia (Salvia officinalis); Segurelha (Satureja hortensis); Sete-sangrias (Cuphea balsamona); Tanchagem (Plantago major); Tomilho (Thymus vulgaris); Urtiga (Urtica dioica); Ursina (Arctostaphylos officinalis); Verbena (Verbena officinalis); Zimbro (Juniperus communis).

(Roberta Cristina)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Holambra - A cidade das flores

Gente, a vida é simples...

Gente, a vida é simples...
Ah, tem dias que dá uma vontade enorme de estar assim: descansando sobre um campo cheio de flores... Isso é bom demais! Para mim a vida é simples, então, para quê complicar?? Relaxe! Descanse um pouco sua mente e livre-se das pedras que jogam contra você! Carregue flores! (Roberta Cristina)